My lipstick – bocão vermelho, VOCÊ PODE! (dicas importantes)



Para fazer bonito, é preciso colocar em prática algumas regras. A lição número um, tem a ver com o seu RG. Sim a idade interfere na escolha do vermelho. Quem está na casa dos 20 anos, por exemplo, pode brincar à vontade com a gama do vermelho-vivo, ousando desde uma mais clarinha até uma incendiária. Já aos 30 você tem liberdade para usar as nuances do vermelho, seja ele alaranjado, rosado ou com o fundo azul. "Regra geral: quem tem pele branca fica melhor com os tons mais abertos e vibrantes, as morenas e negras devem adotar os fechados. Quanto ao tamanho dos lábios, os grandes e grossos pedem o vermelho mais fechado, e os pequenos e finos podem abusar dos abertos", diz o maquiador Théo Carias. Quem entrou na casa dos 40 pode usar todos os vermelhos, ms com o cuidado de reservar os mais fechados e vibrantes para a noite. Esses últimos devem ser evitados quando se está na faixa dos 50, para não ressaltar as linhas de expressão e a perda do contorno. Em contrapartida estão liberados os que puxam para os tons alaranjados

Lição número dois chama-se "manutenção" , ou retoque constante. Quem esplica é o maquiador Saulo Fonseca: "Nada pior do que um buraco sem batom vermelho no meio da boca. Deixa o visual desleixado! Para evitar que isso aconteça, pelo menos na primeira hora, opte por nuances mate, ou seja, sem brilho que fixam melhor. Em contrapartida, redobre a atenção com os batons 'melecados', que dão o aspécto molhado. Na dúvida, fique com os cremosos, que deixam os lábios bonitos e atraentes"

mais tarde ou amanhã posto mais.                                       
                                                                               Beijos, Hellen (:

2 comentários:

Viviane Paiva disse...

Nossa, boca vermelha é sinônimo de estilo! Amo de paixão caprichar no batom vermelho! Amei as dicas, o blog é lindo!
parabens!

Oh my Girl disse...

Obrigado, (: beijos, Hellen.

Por Hellen Brito & Nathany Ramos .. Tecnologia do Blogger.