How about reading a little? - Só mais uma filosofia barata



Depois de tanto tempo procurando ser aquilo que requeriam que eu fosse, ou que eu ao menos achava que requeriam eu decidi deixar que a minha vida tomasse seu próprio rumo, que tomasse seu próprio caminho. Mesmo apos confrontar a mim mesma sobre me esconder debaixo de filosofias baratas nas quais eu nem ao menos acreditava, me limitei a sonhar e viver nos sonhos, onde eu era quem queria, fazia o que queria e vivia como queria. Depois de um tempo eu percebi que a mediocridade das pessoas nesse mundo e a irrealidade hipócrita dos sonhos eram demais pra mim. Percebi então, que esse mundo era de menos pra mim. Foi quando eu resolvi por mudar, por parar de agir contra meus próprios princípios. E quando pensei que talvez fosse tarde de mais, era cedo o suficiente pra mudar. Era cedo o suficiente pra agir. Porque de tudo que me faltava na vida, ainda havia tempo suficiente pra que eu pudesse me mover. Decidi pois então por ser escritora e editora da minha história, e decidi que existindo ou não, sorte e acaso, que eles não tocariam na minha vida, e não viriam bagunçar a minha racionalidade. E hoje eu vivo atoa, faço atoa, sou atoa. A minha vida não me permite ensaiar. por isso ouço musica que ninguém ouve, e fujo de ideologias pobres de senso. Me quero longe de ilusões, longe de fantasias, longe de irrealidades. O mundo não para. E se parar, ele que fique pra trás.



2 comentários:

Marina disse...

quem é o autor desse texto? adorei...
oblog é um mimo!

OMG :* disse...

ahh, fui eu quem escrevi Marina! ^^'
Obrigada linda, volte sempre!

Beijos, Miss.

Por Hellen Brito & Nathany Ramos .. Tecnologia do Blogger.